<$BlogRSDURL$>
Alma de um VagaMundo

terça-feira, abril 18, 2006

Eterna Primavera 



O sol brilha ao alto, por entre as tímidas nuvens.
Os pássaros cantam, sobre os mil odores das flores.
O azul do céu perde-se, no chamamento do mar.

O teu olhar brilha, por detrás de um ténue véu.
Os teus lábios pronunciam a certeza do Amor.
Hoje de mãos dadas na vida, ambos sabemos...

que neste Abril nascerá uma eterna Primavera...

A. Narciso @ terça-feira, abril 18, 2006

quinta-feira, abril 13, 2006

Sierra Nevada 

Quem passa por Granada não pode de forma alguma ficar indiferente à imponente Sierra Nevada, que surge no horizonte. E visto que a montanha não vêm a Maomé, vai Maomé à montanha. Portanto antes de prosseguirmos até ao bairro árabe de Albaicín deixo-vos com um “cheirinho” da Serra...





A. Narciso @ quinta-feira, abril 13, 2006

terça-feira, abril 11, 2006

Quadro e Lugar da Semana LIV 

Esta semana vamos até Colonia del Sacramento no Uruguai. Esta pequena cidade, hoje património mundial da humanidade, foi fundada pelos portugueses em 1680 pelas mãos de D. Manuel Lobo com o objectivo de capturar a prata peruana do porto de Buenos Aires. A Inglaterra, interessada também em controlar o mercado platino, associou-se aos portugueses na fundação de Colonia.

Economicamente essa região era muito importante, principalmente pelo intenso contrabando que se fazia no estuário do Prata, envolvendo tanto navios portugueses como navios mercantes ingleses. Em pouco tempo, Colonia del Sacramento transformou-se em florescente centro de comércio de contrabando representando uma ameaça ao monopólio espanhol na região. Colonia tornou-se assim alvo de constantes ataques dos espanhóis, que consideravam, ainda, a presença portuguesa uma ameaça ao controle do estuário. A região foi disputada palmo a palmo entre portugueses e espanhóis e a Colonia passou várias vezes do domínio de Portugal para o da Espanha e vice-versa.

Hoje, Colónia del Sacramento é uma das mais pitorescas cidades do Uruguai, onde os traços portugueses ainda se encontram bem vincados (imperdível a visita ao Museu português). Não deixar também de se visitar a famosa Calle de los Suspiros a Puerta de la Ciudadela e o Convento de San Francisco.

Nas artes vamos até Montevideo para apreciar o quadro “El viejo Montevideo” do pintor Pedro Figari.

Quadro da semana:


Pedro Figari, El viejo Montevideo
(Uruguay, 1861-1938)


Lugar da Semana:


Colonia del Sacramento, Uruguai

A. Narciso @ terça-feira, abril 11, 2006

segunda-feira, abril 10, 2006

Snapshot XXI 



Rasgam-se os céus. A luz desenha a tua silhueta que desliza pelas paredes das casas. Anuncia a tua chegada... sempre, a cada fim de tarde.

Anabela Narciso @ segunda-feira, abril 10, 2006

sexta-feira, abril 07, 2006

Granada - do Realejo à Plaza Nueva 

Depois de uma viagem algo atribulada, marcada por uma Sevilha em polvorosa, por uma busca quase inglória por um almoço decente e por um sem número de trovoadas, lá chegamos à histórica cidade de Granada, localizada na província espanhola de... Granada.



A cidade de Granada tem muito para admirar mas não há dúvida de que é dominada pelo deslumbrante Alhambra, esse monumento mágico que parece saído de um conto de fadas, construído pelos califas nos séculos XIII e XIV e que é por muitos considerado um dos mais belos locais do mundo (é inclusive um dos concorrentes às 7 novas maravilhas do mundo). Mas sobre Alhambra falaremos mais tarde.



Do seu glorioso passado muçulmano, Granada conserva ainda muito mais riquezas como seja o bairro de Albaicín (onde sentimos por longos momentos que caminhamos por Marrocos) e o famoso mercado árabe de Alcaiceria. Mas nem só de traços muçulmanos se faz Granada. Faz-se também do esplendor renascentista que veio depois da Reconquista cristã (como a Catedral, a Capela Real, entre outros), e chega aos nossos dias como uma cidade próspera e moderna, com uma animada vida cultural e nocturna.

É precisamente esta mescla do mundo moderno com a antiguidade muçulmana e católica que faz de Granada um local único e encantador.



Quanto a nós, iniciamos a nossa descoberta de Granada pelo bairro do Realejo, antigo centro da actividade mourisca de Granada, vagueando pelas suas ruas labirínticas, típicas das cidades muçulmanas. Excelente local para degustar umas “tapas” em típicas tabernas espanholas. Daí prosseguimos para o centro da cidade, passeando pelas inúmeras plazas e observando por toda a parte a já mencionada mescla muçulmana-cristã (visível não só nos edifícios e hotelaria, mas também nos habitantes de Granada).

A caminho do mercado de Alcaiceria é obrigatória a passagem pela Plaza Isabel la Católica, onde se encontra a estátua da Rainha Isabel a conceder a Colombo a permissão para rumar para o que haveria de ser conhecido pelas “Américas”. Julgo que também a nós nos foi concedida a permissão de partida...



Ao chegarmos à Alcaiceria entramos literalmente noutro mundo. Num ápice fomos transportados para ruelas estreitas e carregadas de artefactos do norte de Africa. Um verdadeiro portal para o mundo árabe. Uma vez lá foi aproveitar para comprar alguns úteis objectos árabes. Muito recomendável.



Compras feitas, partida rumo ao mundo cristão, mais concretamente até à Catedral de Granada, mandada construir pela Rainha Isabel, de forma a mostrar ao mundo que a sua conquista da cidade de Granada tinha sido total. A Catedral foi desenhada para ser gótica mas cinco anos após o inicio da sua construção (1523) mudou para um estilo renascentista. Como nota é de referir que é aqui que estão sepultados os Reis Católicos.



Daí seguimos até à Plaza Nueva, que como o próprio nome indica é relativamente moderna quando comparada com as outras principais plazas de Granada. Aqui pode-se encontar vários e variados restaurantes, bares e esplanadas (não falta um toque português, expresso na cafetaria Lisboa). Um local muito agradável para descansar os pés e aproveitar um pouco da Dolce Vitta granadina antes de se rumar ao bairro árabe de Albaicín. Nota importante: aproveitar para tirar uma boa fotografia à bela e pitoresca Igreja de Santa Ana. E por hoje ficamos por aqui...

A. Narciso @ sexta-feira, abril 07, 2006

| top |

2004 by Alexandre Narciso

Powered by Blogger.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.

referer referrer referers referrers http_referer