<$BlogRSDURL$>
Alma de um VagaMundo

sexta-feira, junho 23, 2006

De Albaicin a Alhambra 



Continuamos o nosso passeio por Granada entrando em Albaicin, o bairro árabe que fica localizado num pequeno morro mesmo em frente de Alhambra. À medida que vamos entrando no coração do bairro, temos a sensação de caminhar por uma qualquer cidade marroquina. E não é somente devido às suas ruas estreitas e labirínticas, mas sobretudo devido às imensas casas e bancas que vendem de tudo o que se pode encontrar no mundo árabe. Não faltam também as famosas casas de chá marroquinas, sempre acompanhadas do não menos famoso water pipe, e como não poderia deixar de ser encontramos imensa e variada gastronomia do norte de África. Um bairro perfeito para se vaguear sem rumo, com um aroma de outras paragens.



Mas o maior atractivo de Albaicin é sem sombra de dúvida o animado miradouro da praça de San Nicólas (nome que lhe advém da igreja nela localizada), miradouro este que nos proporciona a mais bela vista da cidade sobre Alhambra. Imprescindível não perder um final de tarde neste local, ao som dos inúmeros artistas de rua que habitam por estas paragens. Inesquecível!!! Tempo ainda para assistir ao pôr-do-sol tendo como quadro a imponente catedral de Granada vista de Albaicin.



De seguida rumamos até Alhambra, que como já mencionei anteriormente, é o grande highligh de Granada. O seu nome deriva da palavra árabe al-qala’at al-hambra, que significa castelo vermelho. Foi uma fortaleza desde o século IX mas nos séculos XIII e XIV foi também transformado num palácio (palácio Nasrid que fica no interior do complexo de Alhambra). No século que se seguiu Alhambra foi tomada pelos espanhóis, transformando a mesquita numa... adivinhem só: igreja católica.



O complexo de Alhambra é por si só um local extraordinário e único mas para quem lá se desloca ainda tem mais um atractivo: a soberba vista sobre o bairro de Albaicin. E é com ela que terminamos este relato. Next stop: Málaga!!!

A. Narciso @ sexta-feira, junho 23, 2006

quinta-feira, junho 22, 2006



Responder ao apelo do desconhecido,
Dar-te a mão e rumar até ali, onde o mundo tem fim
Para te reencontrar em mim.

Anabela Narciso @ quinta-feira, junho 22, 2006



Lágrimas de outrora
são o sorriso do presente.
Círculos de sonhos
são a realidade alcançada.

Na incógnita de um sorriso...Hoje escrevo o futuro a teu lado.

A. Narciso @ quinta-feira, junho 22, 2006

| top |

2004 by Alexandre Narciso

Powered by Blogger.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License.

referer referrer referers referrers http_referer